Glossário

Consulte abaixo os termos  técnicos e específicos para as expressões pouco conhecidas.

A B C D E F G H I J L M O P Q R S T U V W

A

Adensamento populacional

Aumento do número de pessoas em uma determinada região.

Agentes exportadores

Empresas que têm autorização da Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL para exercer atividades de importação ou exportação de energia, utilizando os sistemas de transmissão.

AID - Área de Influência Direta

Área que sentirá impactos físicos e sócio-econômicos causados pelo empreendimento.

Aproveitamento hidrelétrico

Utilização planejada de um trecho de rio para a geração hidrelétrica, segundo objetivos pré-determinados, como, por exemplo , controle de enchentes, navegação, pesca etc.

Área de Preservação Permanente

São áreas necessárias para a preservação dos recursos e das paisagens naturais, mantendo o equilíbrio ecológico. Elas só podem ser modificadas com a autorização dos órgãos competentes, para educação ambiental ou pesquisa.

Atividade sísmica

Atividades de movimentação das camadas geológicas. Os terremotos são atividades sísmicas.

Atividades minerárias

Atividades de exploração de minérios como areia, argila, ouro e etc.

B

Balanço Energético Nacional

Resultado da diferença entre os recursos energéticos disponíveis no país e a demanda da população por energia.

Barragem

Uma barreira de contenção de água, construída para represar a água do rio e formar um lago artificial.

Bioindicadores

Organismos utilizados para medir os níveis de poluição. Eles reagem a alterações ambientais modificando suas funções vitais e/ou sua composição química e com isso fornecem informações sobre a situação ambiental.

C

Capacidade instalada

Capacidade máxima de produção de energia de uma usina geradora.

Climatológico

Relativo ao clima, ou seja, temperatura do ar, umidade, chuvas, secas, ventos etc.

Comporta

Dispositivo mecânico com mobilidade, usado para controlar as vazões de água em vertedouros, tomada d’água e dispositivos de descarga.

Concessão pública

Atribuição dada pelo poder público para que uma empresa, mediante contrato, possa explorar serviços públicos ou recursos naturais, como, por exemplo, um aproveitamento hidrelétrico, que pertencem à União

Condições bacteriológicas

Estado em que se encontram as bactérias em um determinado meio, como o aquático.

Condições hidrológicas

Estado em que se encontram os rios e córregos, em uma determinada região.

Condições sedimentológicas

Estado em que se encontram os sedimentos — substâncias depositadas pela ação da gravidade, na água ou no ar, como, por exemplo, a areia – e as formações rochosas de uma determinada região.

Conduto forçado

Conduto usado no transporte da água do reservatório para as turbinas de uma usina hidrelétrica.

Consórcio para geração de energia elétrica

Grupo de empresas distintas com interesses comuns, que se organiza para exploração da geração de energia elétrica para fins de serviços públicos, uso exclusivo dos consorciados, produção independente ou para essas atividades associadas, conservando o regime legal próprio de cada uma.

Consumidores livres

Consumidor legalmente autorizado a escolher seu fornecedor de energia elétrica.

Cota de inundação

Nível d’água do reservatório após seu enchimento.

Cronograma Fixo de Atividades da Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL

Planejamento de atividades definidas pela ANEEL dentro de uma linha de tempo para a implantação de um empreendimento de geração de energia.

D

Desenvolvimento sustentável

Forma de desenvolvimento econômico que tem como objetivo a melhoria da qualidade de vida. O desenvolvimento sustentável não caminha em direção ao esgotamento dos recursos naturais e reconhece o direito das gerações futuras em usufruir o Planeta Terra.

E

Encosta

Declive de montanha, por onde escoam as águas pluviais (das chuvas).

Energia assegurada

Quantidade de energia que pode ser produzida pelo sistema com um nível de garantia pré-fixado, calculado conforme critérios aprovados pela Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL.

Energia de Biomassa

Energia elétrica produzida a partir da queima de biomassa (matéria orgânica, ou resíduos de espécimes vegetais ou animais).

Energia Eólica

Energia elétrica produzida a partir da força dos ventos. A eletricidade é produzida quando um cata-vento capta o vento e gira, acionando uma turbina, a qual, por sua vez, aciona um gerador de eletricidade.

Energia Fotovoltaica

Energia elétrica produzida a partir dos raios solares, por meio de dispositivos que convertem a luz do sol diretamente em eletricidade.

Energia hidrelétrica

Energia elétrica produzida a partir da força das águas. A energia gravitacional da água (queda d’água) é convertida em eletricidade, movimentando uma turbina que, em seguida, aciona um gerador de energia.

Energia Térmica

Energia proveniente do calor produzido através da queima de combustível, tais como: carvão, óleo, gás natural, diesel e outros hidrocarbonos como fonte de energia para impulsionar o gerador de eletricidade ou proveniente de um reator nuclear.

Enrocamento

Maciço de pedras destinado a proteger aterros ou estruturas dos efeitos da erosão causados pelo fluxo da água.

F

Foz

Ponto onde um rio (ou outro curso fluvial) termina e despeja suas águas no mar, num lago ou em outro rio.

G

Genótipos

O conjunto dos genes de um indivíduo.

Geomorfologia

Ciência que estuda as formas do relevo terrestre.

H

Herbáceas

Relativo à erva.

Hidrogeológico

Ramo da geologia que estuda a água subterrânea.

Hidrossedimentométrico

Relativo à Hidrossedimentometria, estudo dos sedimentos dispersos na água que determinam a vida útil dos reservatórios, o assoreamento do rio, a perda de solo férteis etc.

I

Ictiofauna

Conjunto de peixes de uma determinada região.

Indenização

Compensação financeira ou material. Reparação.

J

Jusante

No caso de águas correntes (rios, córregos, arroios) são os pontos situados em direção a sua foz. Na direção da corrente, rio abaixo.

K

K

K

L

Leilão de energia

Processo licitatório para compra de energia elétrica, regido pelo edital e seus documentos correlatos.

Lençol freático

O solo é composto por rochas e por diversas partículas que não preenchem todo o seu volume, resultando em espaços vazios que podem ser preenchidos pela água, proveniente de chuvas, rios, de lagos. Essa água que infiltra-se no solo, ocupando os espaços vazios chama-se lençol freático.

Lindeira

Região localizada às margens do reservatório.

M

Macrófitas

As macrófitas aquáticas são plantas herbáceas que crescem na água, em solos cobertos por água, como os brejos, ou em solos saturados com água.

Medidas mitigadoras

Medidas que têm como objetivo diminuir, atenuar impactos negativos de um empreendimento.

Megawatts (MW)

Unidade equivalente a um milhão de Watts – unidade do básica de potência.

Megawatts hora (MWh)

Unidade equivalente a um megawatt de energia elétrica, fornecida ou solicitada por hora ou um milhão de Watts-hora.

Montante

No caso de águas correntes (rios, córregos, arroios), são os pontos situados em direção à nascente. Na direção oposta à corrente, rio acima.

N

N

N

O

Operação a fio d'água

Usina hidrelétrica que utiliza o reservatório com o nível da água praticamente sem variação. A quantidade de água que entra no reservatório é igual à quantidade que sai.

P

Pedologia

Ciência que estuda os solos.

Potência

Energia produzida ou consumida por unidade de tempo, num sistema gerador ou absorvedor de energia. Em eletricidade, a potência é medida em Watt ou seus múltiplos (KW, MW).

Q

Queda bruta

Diferença entre as cotas do nível de água — montante (acima) e jusante (abaixo) da barragem — de um aproveitamento hidrelétrico.

R

Realocação

A mudança de comunidades para outro local.

Recursos energéticos

Recursos para a produção de energia disponíveis.

Reservatório

Área delimitada por terra ou por uma barragem, na qual se armazena determinada quantidade de água.

Revegetação

A revegetação tem como objetivo criar condições para a recuperação das características vegetais originais de uma determinada área, criando uma nova mata ou floresta com as suas particularidades estruturais e funcionais próximas as da floresta natural.

S

Sistema adutor

Sistema de canais – galerias e/ou dutos — destinados a conduzir as águas de um local para outro.

Sistema aqüífero

Conjunto de recursos hídricos subterrâneos de uma região.

Sistema extravasor

Sistema que controla a passagem da água do reservatório para a jusante – ou seja, a parte mais baixa do curso de água, após a barragem.

Sustentabilidade

Qualidade de um sistema que é sustentável; que tem a capacidade de se manter no seu estado atual durante um tempo indefinido, principalmente devido à baixa variação de seus níveis de matéria e energia; desta forma não esgotando os recursos de que necessita.

T

Taludes marginais

Terreno inclinado; rampa às margens do reservatório.

Taxonomia

Ciência da classificação das espécies.

Terras remanescentes

Terras que estão no entorno do reservatório da usina, mas não são atingidas pelo enchimento do reservatório.

U

Usina (elétrica)

Estrutura destinada a escoar água de um reservatório em direção a jusante. Diz-se também vertedor. A água que sai pelo vertedouro não produz energia elétrica.

V

Vetores

Hospedeiro intermediário de agentes causadores de infecções e infestações como, por exemplo, o mosquito Aedes aegypti, que transmite o vírus da dengue.

W

Watt

A unidade básica de potência de energia elétrica.

X

X

X

Y

Y

Y

Z

Z

Z
Logo Jirau Energia

DADOS DE VAZÃO

Informações em:

XX/XX/XXXX

Previsões de Afluências à UHE Jirau

e de Folgas na Estaca 1295 da BR-364.

DATA

VAZÃO (m³/s)

FOLGA (m)

15/10/2021

123.2

123,12

15/10/2021

17:00

Vazão (m³/s)

123.2

Folga (M)

123,12

01/11/2021

555.55

555,55

01/11/2021

21:00

Vazão (m³/s)

555.55

Folga (M)

555,55

28/09/2021

444.44

444,44

28/09/2021

21:00

Vazão (m³/s)

444.44

Folga (M)

444,44

28/09/2021

333.33

333,33

28/09/2021

20:00

Vazão (m³/s)

333.33

Folga (M)

333,33

28/09/2021

222.22

222,22

28/09/2021

19:00

Vazão (m³/s)

222.22

Folga (M)

222,22

Nota: Previsão realizada pela ESBR com base nos dados
observados e nos modelos de previsão de vazões disponíveis.

17/10/2021

- 14:00 h

(Horário Local)

VAZÃO DO RIO MADEIRA (m³/s)

777.77

FOLGA NA ESTACA 1295 (m)

777,77

Vazão registrada no posto de monitoramento Jusante Rio Beni

17/10/2021

Vazão do Rio
Madeira (m³/s)

777.77

N.A. NA
ESTACA 1295 (m)

777,77

16/10/2021

Geração Máxima (MW)

555.55

Geração Média (MW)

555.55

16/10/2021

Geração
Máxima (MW)

555.55

Geração
Média (MW)

555.55

Folga referente à diferença entre a elevação da pista
no eixo da BR-364 e a Folga na Estaca 1295

Por dentro da Usina Hidrelétrica Jirau

SETOR REGULATÓRIO
E COMERCIAL

ACOMPANHE AS NOTÍCIAIS DA
JIRAU ENERGIA

Logo Jirau Energia

15/10/2021

123.2

123,12

15/10/2021

17:00

Vazão (m³/s)

123.2

Folga (M)

123,12

01/11/2021

555.55

555,55

01/11/2021

21:00

Vazão (m³/s)

555.55

Folga (M)

555,55

28/09/2021

444.44

444,44

28/09/2021

21:00

Vazão (m³/s)

444.44

Folga (M)

444,44

28/09/2021

333.33

333,33

28/09/2021

20:00

Vazão (m³/s)

333.33

Folga (M)

333,33

Previsões de Afluências à UHE Jirau e de
Folgas na Estaca 1295 da BR-364.

16/10/2021

Geração Máxima (MW)

555.55

Geração Média (MW)

555.55

16/10/2021

Geração
Máxima (MW)

555.55

Geração
Média (MW)

555.55

17/10/2021

- 14:00 h

(Horário Local)

VAZÃO DO RIO MADEIRA (m³/s)

777.77

FOLGA NA ESTACA 1295 (m)

777,77

Vazão registrada no posto de monitoramento Jusante Rio Beni

17/10/2021

Vazão do Rio
Madeira (m³/s)

777.77

N.A. NA
ESTACA 1295 (m)

777,77